menu

Apr 2, 2016

Resenha: A Rainha Vermelha

       

   Finalmente fiz a resenha de A Rainha Vermelha, mas pense como foi difícil. Primeiramente quando li a sinopse do livro eu fiquei logo doida, pois vi que a sociedade era dividida pelo sangue e gente isso foi uma coincidência tão grande, pois quando eu era menor, assim uns 14 anos comecei a escrever uns contos (que até hoje meus amigos me pedem pra publicar) onde também havia essa divisão por sangue, porém diferente da autora, minhas cores eram azul para os plebeus e roxo para os nobres, coisa de criança né, hahaha. Também fiquei interessada por ser uma escritora que nunca ouvi falar, e gosto muito de ler autores novos. Porém quando percebi que se tratava de uma distopia me desanimei um pouco, pois não sou muito chegada a esse gênero. Mas sempre dou chance a novas leituras, DESSA VEZ DIGO: NÃO ME ARREPENDO!!!  ♥






Autora: Victoria Aveyard.
Ano: 2015.

Páginas: 422.

Editora: Seguinte.


Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses. Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso… Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho? Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.



            Mare Barrow é uma garota de 17 anos e pertence à classe Vermelha, ela está prestes há completar 18 anos e como não tem nenhuma habilidade especial que lhe permitiria obter um emprego neste tipo de sociedade ela sabe que será chamada para a guerra assim como seus irmãos. Mas certa vez, ela conhece uma pessoa misteriosa que consegue um emprego no interior do Palácio de Prata para ela. Na noite mais importante em torno da sucessão de prata para o trono, Mare descobre que ela também tem poderes, poderes que, de repente aparecem na frente dos indivíduos de prata mais importantes em todo o reino. Por mais improvável que seja isso, agora é tarde demais para a vida de Mare voltar a ser a mesma, para sempre!
            Nessa nova vida Mare precisa encontrar uma maneira de não só sobreviver, mas também ajudar seu próprio povo lutar em uma revolução emergente que poderia mudar o mundo. É nessa parte que comecei a ficar alucinada! Com seus superpoderes, que são muito legais os de sangue prata me fizeram lembrar os heróis de quadrinhos, como se eles dominassem o mundo, em vez de salvá-lo.
            Particularmente o livro/narrativa é bem construído, a autora nos faz sentir a dura realidade entre as classes, creio que não só por ser um livro narrado em primeira pessoa. Pude notar também o equilíbrio entre os sexos, pois ambos vermelhos são chamados pra guerra, tanto meninos e meninas pratas são capazes de desenvolver as suas habilidades às suas capacidades máximas.  No decorrer da leitura vemos muita escuridão, violência, injustiça, gente como deu pra perceber já, há uma presença forte de injustiça nesse livro e problemas sociais, né?!  Sem contar que algumas escolhas da Mare sem pensar direito trás consequências terríveis. Bom, não posso contar o livro todo.
            Porém fiquei muito feliz de ver que o romance não é um foco! Foi a primeira distopia que eu amei! Surpreendeu-me, pois, não curto distopia e nem romance, sendo que eu realmente gostei desse, não vejo a hora de ler o próximo livro!
            É só isso, pessoal!  Quem já leu, me conta aí o que achou, quem ainda não, por favor leiam! Hahaha, é uma distopia incrível e diferente!



13 comments:

  1. Olá!
    Bem, Adorei sua resenha. Quando o livro foi lançado fiquei maluca pela capa e sinopse. Depois meu desejo de ler foi abrandando pois minhas amigas que o leram disseram que não era isso tudo. Fiquei triste, pois dinheiro não cai do céu e o preço dele não estava razoável. Agora fico naquela... leio ou não leio?
    Sua resenha até em animou, ele inclusive está na listinha de compras, mas toda vez que vou comprar livros ele não entra no carrinho, acho que fiquei traumatizada pelas minhas próprias dúvidas.
    Enfim... Sua resenha, sua opinião me deixou mais confortável e interessada,
    quando eu estiver disposta a ler uma nova distopia vou tentar esse livro.
    Obrigada, abraços!
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ReplyDelete
  2. Oi, Gisele.
    Ouvi falar tanto desse livro, vi tantas opiniões dessemelhantes.
    Enfim, apesar de ter ouvido falar tanto, infelizmente, nunca despertou o meu interesse.
    Acredito que é o gênero que não me agrada.
    Beijos
    Historiar

    ReplyDelete
  3. Oi flor, como você também não sou de ler distopias, mas tenho 3 na estante e pretendo ler logo. Tenho muita vontade de livro, mas estou bem atrasada, já saiu o segundo e um spin off né?Bom, mais pra frente quando desatolar um pouco a minha estante e depois de já ter lido as distopias que tenho aqui, vou procurar esse e os demais para ler.Gostei muito da resenha.

    bjs

    ReplyDelete
  4. Olá,
    Gostei muito da capa desse livro e fiquei super curiosa para ler quando vi o lançamento. Ainda não tive tempo para ler, mas espero fazer em breve porque parece ser um livro muito bom e você me deu a certeza disso kkk'
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ReplyDelete
  5. Olá, tudo bom? A capa desse livro chama muito minha atenção, mas, desanimei em relação a leitura por já ter ouvido falar que esse livro mistura vários elementos de várias distopias famosas e isso é uma coisa que me incomoda muito, pois acaba se tornando apenas um livro para vender muito. Sua resenha me animou um pouco a realizar a leitura,mas, ainda vai demorar um pouco rs


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ReplyDelete
  6. Eu amo distopias e estou louca para ler esse livro desde a Bienal do Rio,agora lendo sua resenha vejo que meu amor a primeira vista foi intuição das boas e tenho certeza de que vou amar a narrativa,adoro um romance,mas é legal saber que autora desenvolveu muito mais conteúdo na trama do que só focar no amor dos protagonistas.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ReplyDelete
  7. Oi Gisele :)
    Eu curto distopias e acho que essa será uma que irei dar uma chance para lê-la pois estava bem curioso para saber do que se tratava e após sua resenha fiquei com muita vontade de lê-lo
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  8. Oi Gisele, gostei demais da sua resenha suscinta que comunica muito sem spoilers. Eu li algumas resenha positivas do livro e fiquei interessada, pois aprendi a gostar bastante de distopia. Então, é um investimento que farei em breve.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ReplyDelete
  9. Hey, Gisele, tudo bem??
    Bom, a resenhista do meu blog já havia me indicado esse livro e já ouvi muitos elogios em relação à ele. A premissa me parece incrível. Agradeço por não ter dado spoilers, pois pretendo lê-lo em breve.

    Beijinhos da Mady.

    ReplyDelete
  10. Só vejo maravilhas para com o livro. eu amo distopias mais essa não me atrai, não consigo me ver ligada a esse livro, pode ser que um dia eu leia, mas hoje mesmo como vc falando bem, deixarei passar
    Brubs

    ReplyDelete
  11. Olá!
    Toda vez que leio uma resenha desse livro fico muito ansiosa para conhecer a história. Recentemente comprei o livro A Espada de Vidro pois estava muito barato, agora falta com A Rainha Vermelha para iniciar a leitura.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!

    ReplyDelete
  12. Oii Gisele, quer dizer então que Victoria Aveyard roubou sua ideia de sangue para escrever? Busque seus direitos autorais HAHAHA (brincadeira). Mas já que tem histórias prontas, publique-as. Sem compromisso mesmo, só para o pessoal te dar um feedback.
    Gostei da resenha! Ainda não li o livro mas ele está na minha lista de desejados. Bjs!

    ReplyDelete
  13. Oi, já vi varias vezes esse livro nas prateleiras e sinceramente, pouco me atraiu, mas quando você disse que "... O Romance não é um foco",esse livro ganhará mais um fã kkk' vou entrar na livraria mais próxima e comprar.
    http://estanteparalela.blogspot.com.br/

    ReplyDelete