menu

Jun 21, 2016

Primeiras Impressões Mundo Elemental - O Escolhido, de Débora Santana


Autora: Débora Santana
Gênero: Romance / Fantástico
Ano: 2016
Páginas: 387


Gostei mesmo de fazer primeiras impressões! HAHA! Dessa vez o livro que trago é Mundo Elemental- O escolhido, que também é um lançamento da editora Arwen e para agosto!  Lembrando que a editora abriu parceria, então quem tá afim e gosta dos livros, aproveita!  







Sinopse
      O que você faria se fosse parar em um mundo onde a magia e todos os seres e criaturas fantásticas que só conheciam pelos filmes e livros existem? E ainda por cima, uma profecia diz que você é o Escolhido e deve enfrentar um poderoso feiticeiro que assombra aquele mundo.      Peter, junto com seu primo Thomas, atravessou a barreira dos universos e agora precisa decidir entre voltar pra casa ou tentar cumprir o destino que todos dizem ser dele.
Naquele mundo, Lyla, uma garota aparentemente normal, descobre com a chegada do Escolhido que foi encontrada na vila ainda bebê e que precisará viajar junto de Peter e Thomas para desvendar seu passado e descobrir quem, ou o que, realmente é.    Com a ajuda de novos amigos, Peter descobrirá um mundo novo e verdades que seu próprio mundo desconhece. Terá que enfrentar situações perigosas, tomar decisões importantes, e principalmente, aprender a acreditar em si mesmo.

       Como uma boa fã de literatura fantástica que sou, adorei ler trechos que citam Harry Potter, Senhor dos Anéis, dentre outros. Creio que referenciar outra obra é como convidar o leitor para uma próxima leitura! Eu senti um choque, entre passado e futuro, somos acostumados a ler sobre eras medievais, porém o livro se passa no presente com hábitos do passado, nos fazendo refletir e pensar: Cara, o que seria de mim sem meu celular?

Sobre a Autora

       DÉBORA SANTANA estreou na literatura com Mundo Elemental – O Escolhido, primeiro livro de uma dualogia cheia de aventura, fantasia, histórias mirabolantes, passados devastadores, verdades sombrias e decisões que ninguém deveria ser capaz de tomar. Nascida em 1994, estuda Naturologia na Anhembi Morumbi e vive em São Paulo.

       O prologo já nos deixa curioso, a autora criou suas próprias palavras, no inicio fiquei pensando que poderia ter sido um errinho e tal, mas a palavra se repetia e vinham outras daí eu soube que o livro era inovador. Estou curiosa sobre a construção da narrativa, pois há com um narrador personagem e em outros o narrador em 3º pessoa, e escrever sobre a perspectiva do personagem pode não ser fácil pelo autor ser o “dono de tudo”.  A escrita da autora é intensa, eu senti o que os personagens sentiram, Débora cria uma bela ponte entra leitor e personagem, estou ansiosa pelo resto do livro e pra resenha-lo.

      É isso pessoal, os links do livro estão abaixo, espero que tenham gostado! >< 

Facebook


Pré-venda 




Leia Mais ››